Pular para o conteúdo

Cultura à Milanesa

Editoras brasileiras prospectam mais de USD 273 mil em novos negócios na Feira Internacional do Livro de Buenos Aires

A 47ª edição da tradicional Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, que este ano aconteceu entre os dias 27 de abril e 15 de maio, resultou em USD 273.5 mil em negócios fechados e expectativas para os próximos 12 meses para a delegação de empresas apoiadas pelo Brazilian Publishers – projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Fizeram parte da missão na capital argentina as editoras Mil Caramiolas, Global, Girassol, Revista Internacional Destaque Nordeste, Callis e Edusp. Rayanna Pereira, analista de Relações Internacionais da CBL, representou o Brazilian Publishers no estande promovido pelo projeto. O espaço sediou reuniões entre editores brasileiros e profissionais do mercado literário de outros países, além de receber as visitas do Embaixador do Brasil na Argentina, Reinaldo José de Almeida Salgado; do adido cultural da Embaixada do Brasil, Hayle Gadelha; e do diretor geral da Fundación El Libro, instituição que organiza o evento, Ezequiel Martínez.

https://www.instagram.com/p/CtMTRL9LNms/

Neste ano, alguns dos principais destaques da programação brasileira no evento ficaram por conta da participação de autores. No dia 6 de maio, Itamar Vieira Junior apresentou seu romance “Torto Arado”, publicado no Brasil pela Todavia (2019) e na Colômbia pela Tusquets (2022). Já as autoras Prisca Agustoni e Marília Garcia participaram do Festival Internacional de Poesia nos dias 28 e 29 de abril. O autor Bernardo Carvalho também esteve presente na Feira, entre os dias 5 e 8 de maio.

https://www.instagram.com/p/Csja4qKM-R_/

“A participação brasileira na Feira de Buenos Aires é uma oportunidade imperdível de reforçar nossa parceria comercial com mercados editoriais de toda a América Latina”, exalta Sevani Matos, presidente da CBL. “Os resultados obtidos com a venda de livros e direitos autorais na edição deste ano demonstram a qualidade da literatura brasileira e sua crescente popularidade em outros países. Já estamos animados e ansiosos pelos próximos eventos que nos aguardam este ano”, conclui.

 

plugins premium WordPress