Pular para o conteúdo

Cultura à Milanesa

Filme de animação baseado em cordel estreia na plataforma Itaú Cultural Play

O filme “A inacreditável história do milho gigante”, realizado pela produtora Platô Filmes e dirigido pelo cineasta e escritor Aldenor Pimentel, estreou neste mês na plataforma de streaming Itaú Cultural Play. O filme pode ser assistido gratuitamente mediante cadastro na plataforma e compõe a mostra “Cine curtinhas”, juntamente com outras cinco produções audiovisuais brasileiras voltadas ao público infantil.

banner da Inacreditável história do milho gigante

Para ter conta na plataformao usuário deve informar nome completo, e-mail, data de nascimento e criar senha, no site: itauculturalplay.com.br. Segundo a plataforma de streaming, o filme tem “traços nítidos, cores sóbrias e desenhos que lembram os quadrinhos da Turma da Mônica”, bem como um “divertido tom de fábula regionalista”. Além disso, para a plataforma, a animação destaca-se pela “trilha sonora que mistura diferentes sonoridades, como flautas indígenas e a música de cordel”.

Autor Aldenor Pimentel segurando o Cordel que deu origem a animação

“A inacreditável história do milho gigante” é um curta-metragem de cinco minutos, totalmente produzido em Roraima e finalizado em 2021. O filme foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal, após aprovação em edital da Secretaria de Estado da Cultura (Secult-RR), em 2020.

banner da Inacreditável história do milho gigante

O enredo do filme é inspirado em poema homônimo de Aldenor Pimentel, publicado também nas versões cordel e livro infantil. Na história, no meio do lavrado, uma pequena formiga encontra um milho gigante. O Tamanduá aparece e se dispõe a cuidar do alimento, enquanto ela busca ajuda dos parentes para levar o milho até o formigueiro, o que deixa a formiga em um dilema: confiar ou não no seu maior predador?

Assista a animação

Itaú Cultural Play (itauculturalplay.com.br)

Prêmios – O filme ganhou até agora sete prêmios em festivais de cinema, sendo quatro brasileiros e três no exterior. Todos os prêmios internacionais foram em festivais da Índia. A animação foi ainda selecionada por 28 festivais, sendo 17 brasileiros e 11 estrangeiros, com exibição em todas as regiões do País e todos os continentes do mundo, exceto Oceania.

O filme roraimense foi exibido nos Estados Unidos, Chile, Inglaterra, Croácia, Índia, Indonésia e Nigéria, além de exibições on-line. No Brasil, foi visto em Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Piauí, Goiás, Santa Catarina, Maranhão, Pará, Rondônia, Amapá e Roraima.

plugins premium WordPress